O GRANDE DESAFIO

A  enfermidade não é um inimigo, que deves destruir

A enfermidade não é um inimigo, que deves destruir

Vivemos num contexto, onde a enfermidade nos parece inimiga, todos os procedimentos médicos, e a infinita  oferta da indústria farmacêutica, nos impulsiona a acreditar que somente os ” remédios ” poderão no proporcionar alívio ou cura. Sempre ouço : “Fulano, perdeu a luta contra o câncer”, e fico pensando que ficamos lutando contra as enfermidades, sem nos  darmos conta, do grande salto quântico que ela pode produzir.

Devo dizer, que para mim também não foi fácil ter um olhar diferente, mas pude entender o significado do ideagrama chinês para a palavra CRISE : perigo e oportunidade.

PERIGO, porque de fato, todo o nosso corpo está em estado de  alerta, e isso pode provocar danos, mas também   uma OPORTUNIDADE  enorme para repensar, criar novos  caminhos  de vida.

Observando e analisando, pude perceber que frente à  enfermidade, podemos escolher entender o que o nosso corpo está gritando  ou  simplesmente calar-lhe a boca, ainda mais uma vez…

Optei por entender.

É bastante claro para mim, que tudo começa na nossa maneira de pensar, na reação que temos às mais  diversas situações e nas emoções que geram, segue minando a energia vital circulante, e aparece finalmente  visível no corpo físico, através dos sintomas.

Tenho uma mente inquieta, perguntas e  mais perguntas, e foi preciso um longo período de  quietude mental, para começar a  ouvir as tão esperadas respostas.

Organizar o “pensar”, harmonizar as emoções, recuperar a energia, e ter um desejo inabalável de seguir em frente, mesmo que naquele momento, exista uma discordância entre o desejo e a realidade, nortearam os  meus primeiros passos.

No Oriente, dizem que “o mestre aparece, quando o discípulo está pronto”, e grandes mestres surgiram nas mais diversas pessoas, para que eu pudesse empreender muito timidamente, a grande jornada rumo ao meu coração, local onde se processam as mais maravilhosas e milagrosas curas.

Medicamentos, procedimentos médicos são necessários, SALVAM VIDAS, mas não podem dar SENTIDO   às nossas vidas, isso é tarefa exclusivamente pessoal e  intransferível.

Anúncios

2 responses to “O GRANDE DESAFIO

  1. Querida,sua sensibilidade e pureza dos mais íntimos sentimentos d’alma muito me tocaram, retratam toda sua força, coragem persistência em continuar uma incessante busca do melhor viver.Todos que puderem ler com certeza encontrarão uma nova oportunidade de repensar sua própria vida, dando a ela um novo sentido . Vá adiante,, irradiando sua luz, sabedoria e sua fé. estarei sempre com você. beijus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s